Home » Autor: Demétrio Magnoli

Autor: Demétrio Magnoli

Demétrio Magnoli
Sociólogo, colunista dos jornais “O Estado de S. Paulo” e “O Globo”. Magnoli foi colunista da rádio “BandNews FM” e comentarista do “Jornal da Cultura”. Atualmente, é comentarista de política internacional do "Jornal das Dez" da Globo News. É autor de diversos livros como ”Uma gota de sangue” (Contexto) e “Liberdade versus Igualdade” (Record). Integra o Grupo de Análises de Conjuntura Internacional (Gacint) da USP. Magnoli tem doutorado em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (USP).

Idade da Pedra

É de Zaki Yamani, ex-ministro do Petróleo da Arábia Saudita, uma sábia sentença: “A Idade da Pedra não terminou por falta de pedras –e a Idade do Petróleo terminará muito antes do fim do petróleo”. As reservas de hidrocarbonetos não são um valor constante: crescem com o preço do...

Leia mais »

Cinzas de Iguala

O México, como o Brasil, não é para principiantes. A tragédia de Iguala, no estado de Guerrero, está coberta por uma espessa neblina de desinformação. Perfurando-a, descortina-se um panorama de crises empilhadas e uma encruzilhada crucial na política internacional hemisférica. Na escala local, o episódio envolve três atores: a...

Leia mais »

Heróis da resistência

A verdade jurídica é una e definitiva: uma sentença transitada em julgado. A verdade histórica é múltipla e temporária: o fruto da narrativa dos historiadores. No Brasil, as comissões da verdade oscilam no espaço vazio que as separa, sem produzir as consequências práticas da primeira nem as luzes da...

Leia mais »

Não é João Santana

“É Duda Mendonça!”, exclamaram tantos analistas em 2002, quando Lula conquistou o Planalto. “É João Santana!”, começam a dizer agora, no rastro das pesquisas que indicam uma dianteira de Dilma. O diagnóstico estava errado ontem –e continua errado hoje. A campanha eletrônica da presidente-candidata é muito melhor que a...

Leia mais »

O ‘povo organizado’

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) converteu-se numa linha de montagem de artefatos ideológicos. Entre tantos países, escolheu a Venezuela chavista como sede de sua única filial no exterior. Num relatório produzido pela filial, lê-se o seguinte: “O modelo bolivariano afasta-se, sem dúvidas, da democracia representativa despolitizadora que...

Leia mais »

Um conto de dois partidos

Declínio petista não foi replicado por recuperação dos tucanos. A curva histórica declinante do PSDB acentuou-se ao longo dos governos do PT Vermelho ou azul? PT ou PSDB? O PT controla o governo federal há quase 12 anos; o PSDB o controlou durante os oito anos anteriores. Lula e...

Leia mais »

Raízes do Boko Haram

O Boko Haram é um dos mais repugnantes grupos terroristas do mundo. Ele não representa os muçulmanos da Nigéria, cujas organizações o condenam, apontando sua natureza anti-islâmica. Seu líder original, Mohammed Yusuf, um fanático jihadista, denunciava a teoria da evolução e a esfericidade da Terra como abominações do pensamento...

Leia mais »

Marcha sobre Brasília

Benito Mussolini comandou a Marcha sobre Roma, em 1922, para assestar o golpe final no frágil governo conservador italiano. A marcha fascista reuniu menos de 30 mil militantes, mas triunfou: sob o temor da guerra civil, e estimulado pela crença de que Mussolini salvaria a Itália dos sindicatos vermelhos,...

Leia mais »

Eu sei o que você escreveu ontem

“Os senhores escravocratas do século 21 ainda se movem ao sabor das crenças de 50 anos atrás (…)”, escreveu Mino Carta na revista “CartaCapital” do dia 2/4, para concluir: “Daí a oposição sistemática aos governos Lula e Dilma”. Na política, o passado é uma massa de modelagem sempre disponível...

Leia mais »
Voltar ao Topo